Curso de Expressão Verbal

326 - Doria venceu debate em SP; discussão começou morna, mas teve embates duros

 

O debate da Rede Globo, realizado na noite desta quinta-feira (29), foi a última oportunidade para os candidatos à prefeitura de São Paulo conquistarem o voto dos eleitores. João Doria (PSDB) está em primeiro lugar nas intenções de votos, deixando a briga para o segundo lugar para Celso Russomanno (PRB), Marta Suplicy (PMDB) e Fernando Haddad (PT).

Foram quatro blocos de debates, sendo dois para livres perguntas e dois por sorteio. Os temas foram praticamente os mesmos debatidos durante toda a campanha: saúde, educação, segurança, radares, multa, habitação, transporte. As novidades ficaram por conta de iluminação, pancadões, corrupção e drogas.

O primeiro bloco parecia conversa de comadres. Tudo morno, sem nenhum ataque dos candidatos. Especialmente Doria e Marta que ficavam levantando a bola um para o outro fazer o gol que desejassem. Só mais no final é que Marta deu uma apertada no Doria quando discutiam as questões da saúde da família.

Erundina, como sempre, foi a mais agressiva de todos. Bateu pesado no Doria afirmando que ele diz que não é político, mas sempre fez política. Aproveitou até para tentar dar uma aulinha explicando como a política é importante para as pessoas. Doria manteve a tranquilidade. Disse que respeitava a biografia da adversária, mas que ele era diferente dela.

O Major Olímpio (SD) aproveitou as oportunidades em que se confrontou com Doria para criticar o governo do Estado. Doria reagiu com certa ironia dizendo que Olímpio tinha fixação por falar do governo do Estado, mas que deveria se preocupar em discutir temas ligados à prefeitura de São Paulo.

Haddad e Russomanno também se estranharam mais no final com acusações de ambos os lados. Haddad pareceu ficar mais na defensiva tentando explicar o que fez, mas sempre contraditado pelos oponentes. Especialmente Marta e Russomanno que aproveitaram para criticar a prefeitura e quem sabe assim conquistar alguns votos.

Se tivesse que indicar um vencedor do debate, daria o voto para João Doria. Conseguiu manter a serenidade e teve a habilidade de aproveitar todas as questões para enfatizar suas propostas. Marta, como nos outros debates, foi a mais descontraída, olhando para câmera como se conversasse com o telespectador.

Russomanno foi o mais veemente de todos, entretanto, teve de dedicar muito tempo para se defender das questões mais agudas. Não deve ter perdido votos com o debate. Por outro lado, dificilmente conseguiu convencer novos eleitores para ampliar a intenção de votos que possuía antes desse confronto.

A comunicação dos candidatos não apresentou senões. Doria conseguiu olhar para a câmera e de vez em quando para o candidato com quem debatia. Esse recurso deu a ele bastante naturalidade. Russomanno, por outro lado, principalmente nos primeiros blocos, ficou com olhar meio perdido. Olhava para câmera, mas dava a impressão de não ver nada.

De forma geral, mesmo com Erundina e o Major Olímpio batendo mais forte em determinados momentos, os candidatos discutiram de maneira bastante cordial, mantendo um debate de elevado nível. Quem ficou acordado até mais tarde pôde conhecer melhor as pretensões de cada candidato.

      Superdicas da semana

  • Num debate aproveite o final da resposta para obrigar o adversário a se defender
  • Mesmo que o ataque do adversário seja veemente, mantenha a calma e não reaja emocionalmente
  • Ainda que o tema não seja tão relevante, fale com veemência. A atitude pode impressionar
  • Para participar de um debate é preciso treinar especialmente as questões mais delicadas
  • É melhor receber a pergunta de um aliado na simulação a ser surpreendido pelo adversário

Livros de minha autoria que ajudam a refletir sobre esse tema: "29 Minutos para Falar Bem em Público", publicado pela Editora Sextante, e "Assim é que se Fala", "Oratória para advogados", "Conquistar e Influenciar para se Dar Bem com as Pessoas", "As Melhores Decisões não Seguem a Maioria" e "Como Falar Corretamente e sem Inibições", publicados pela Editora Saraiva.

Autor de 25 livros que venderam mais de 1 milhão de exemplares, dá dicas de expressão verbal para turbinar sua carreira.