Curso de Expressão Verbal

Brilho Araraquarense na oratória e na vida - Crônica de Araraquara - set/08

Brilho Araraquarense na oratória e na vida

Fernando Passos

Escreverei neste espaço sobre um araraquarense que brilha para o mundo, nunca se esquecendo, em suas lições, de reafirmar sua formação e seu aprendizado colhidos na comunidade local - aliás, como fazia constantemente a saudosa Ruth Cardoso.
Refiro-me ao professor Reinaldo Polito, o mestre da oratória, o autor consagrado, o araraquarense que não se esquece de suas raízes. Professor POlito é, sem dúvida, a maior expressão viva da oratória no País, e vive a ensinar profissionais de todas as áreas a como bem aperfeiçoar a arte de verbalizar um pensamento, fazendo com que a mensagem seja efetivamente bem compreendida pelos ouvintes aos quais se destina.
Ele é o autor de vários livros, incluindo 'Como Falar Corretamente e Sem Inibições', que já vendeu mais de 500 mil exemplares em todo o País. O professor Polito, em seus cursos, também levou milhares de pessoas a conhecer as técnicas da oratória, facilitando a comunicação entre os homens.
Posso dizer que tive a alegria de participar, no mês de agosto, do lançamento de seu mais novo importatíssimo livro, 'Oratória para Advogados e Estudantes de Direito'. Será um best seller, tenho certeza. O auditório da OAB/SP estava lotado para o evento, e todos puderam ouvir e sentir as sutilezas de uma grande oratória e os benefícios de bem sabermos expressar nossos pensamentos.
Especialmente os advogados, aos quais são concedidas as prerrogativas de defender os direitos dos cidadãos. Como fazê-lo corretamente sem saber se expressar em público?
Durante o evento, o nosso Polito, cujo livro também será lançado na Itália, fez diversas referências a Araraquara, e na apresentação da obra confessa tê-la escrito em nossa cidade. Mas, honestamente, não foi somente isso que me encantou. O forte, o humano, o espírito araraquarense que rodeia o mundo na expressão desse filho Polito é realmente sua mensagem: não há boa oratória sem credibilidade, na qual naturalidade, emoção e envolvimento, conhecimento do assunto, confiança e, acima de tudo, coerência e conduta pessoal exemplares são condições essenciais para a arte de bem expressar um pensamento com coerência e determinação, sem maquiagens e enganações.
Assim, o professor Polito ensina ao mundo muito mais que oratória. Evidencia ser fundamental o exercício da vida com dignidade, coerência e espírito público.