Curso de Expressão Verbal

Campanha presidencial - O tom dos discursos - Revista Veja - set/01

Campanha presidencial

O tom dos discursos

Nesta fase da campanha presidencial, os candidatos preocupam-se em afinar o tom de seus pronunciamentos para conquistar o eleitorado. A convite de VEJA, quatro especialistas analisaram os discursos dos principais concorrentes. O quadro reproduz alguns trechos e a análise dos especialistas

Antony Garotinho, sobre a segurança pública
Trecho - 'O governo do Rio de Janeiro sempre teve entre suas prioridades a rejeição a qualquer tipo de violência e não vem medindo esforços para construir uma sociedade de paz.'
Ponto forte - Chama a atenção com um tom emotivo e coloquial
Ponto fraco - A emotividade deixa a profundidade dos argumentos em segundo plano

Ciro Gomes, sobre a previdência social
Trecho
- 'O modelo previdenciário deve abandonar a crença ilusória e perversa de cortes de benefícios, o mais das vezes já indignos, sem embargo de anularmos todos os abusos, e montar-se público um novo sistema baseado naquilo que os especialistas chamam de regime de capitalização'.
Ponto forte - Apresenta um texto coeso e coerente
Ponto fraco - Não consegue desvencilhar-se de expressões de difícil compreensão

Itamar Franco, sobre a posição do PMDB nas eleições
Trecho - 'Nós aceitaremos o debate. Esse debate que há de trazer na consciência de cada brasileiro, de cada mineiro a consciência de um Brasil diferente, de um Brasil que possa ter orgulho de si, não um Brasil de seus apaniguados, não de um Brasil que acoberta a corrupção.'
Ponto forte - Utiliza uma linguagem simples e direta
Ponto fraco - O texto é maniqueísta e tem um tom patriótico exacerbado

José Serra, sobre a doação de órgãos
Trecho - 'Nas últimas décadas houve entre nós uma exacerbação do mercantilismo e do individualismo, acompanhada por uma espécie de dissolução dos laços de solidariedade familiar e social'
Ponto forte - Usa uma argumentação sintonizada com valores vinculados a uma religiosidade cristã
Ponto fraco - É pouco vibrante na escolha dos temas e formas de expressão

Luís Inácio Lula da Silva, sobre a crise de energia

Trecho - 'Tal qual o apagão, a situação atual em relação á seca se deve á falta de planejamento e de investimentos para enfrentar problemas mais do que previsíveis. Culpar São Pedro é tentar tapar o sol com a peneira.'
Ponto forte - Seu texto é consistente e acessível
Ponto fraco - As expressões com entonação forte deixam o discurso pesado, podendo passar a sensação de raiva

Fontes: Reinaldo Polito, especialista em oratória, Sérgio Wajman, professor de psicologia da PUC de São Paulo, Rubens Figueiredo, cientista político, Pasquale Cipro Neto, professor de Português


Esses e outros conceitos são desenvolvidos no curso de expressão verbal ministrado pelo Professor Reinaldo Polito.
Escolha o mais apropriado para você - Cursos