Curso de Expressão Verbal

Circuito Integrado - 22/03/2000

Reinaldo Polito, o mais renomado consultor para apresentações em público, diz que qualquer um pode aprender a falar bem em 6 horas

De terno e gravata, boa postura, mas muito parecido à maioria das pessoas com a sua estatura média, ninguém daria muito pelo homem que se apresentaria àquela noite para um auditório lotado, se não o conhecesse. A diferença dele, para a grande maioria, só se perceberia quando ele começasse a falar. Então, com uma voz bem entonada, uma postura bem colocada e gestos perfeitos, é que se perceberia estar diante de um grande profissional.

Reinaldo Polito começa a conquistar as pessoas quando fala. Contando estórias, falando sem parar, gesticulando nos momentos certos e sempre com muita elegância, ele é considerado uma das maiores autoridades quando o tema é falar em público. Autor de vários livros, Reinaldo parece ensinar o óbvio, mas não é bem assim. Na duas apresentações que fêz em Manaus, a convite da MB Consultoria - uma empresa de gestão e de implantação de Sistemas de Qualidade - Polito demonstrou, no auditório do CECOMIZ e, no dia seguinte, no Novotel Manaus, por que é tão respeitado: ele é capaz de transformar uma pessoa em poucas horas no mais eloquente apresentador.
A Circuito Integrado produziu a seguinte entrevista com Polito:

Circuito Integrado - Reinaldo Polito, qualquer pessoa pode falar bem, se comportar bem?

Reinaldo Polito - Qualquer pessoa, independentemente de nível cultural e intelectual. Se ela conseguir conversar com o pai, com a mãe ou com o melhor amigo ela conseguirá falar em qualquer situação.

CI - Quais são os principais requisitos que uma pessoa precisa atender para seguir seus ensinamentos?

RP - Primeiro ela precisa de algum assunto para comunicar, pois se não tiver assunto nenhum, ela não tem como falar, não tem sobre o que falar. Então tem que conhecer, precisa aprender a organizar essas informações, saber iniciar, preparar, desenvolver e concluir. Depois a pessoa tem que aprender a utilizar a voz da melhor maneira possível, a intensidade correta para determinado ambiente, velocidade apropriada para falar, ter uma alternância de velocidade e intensidade para que o ritmo seja agradável, um vocabulário simples e objetivo que possa transmitir a mensagem isenta de erros gramaticais. Dai, ver o ponto da naturalidade, que é importante, mesmo cometendo erro gramatical ela pode acertar e agradar, mas é evidente que uma pessoa cuja atividade profissional exija uma correção gramatical não pode cometer erros gramaticais. Evitar também o né, o tá e aham, todos esses que são vícios da comunicação e com relação à expressão corporal, se falar sem gesto vai errar mas, se falar com excesso de gesto vai errar mais ainda, uma comunicação facial que poderá mostrar a coerência da mensagem, ou seja se você esteve falando de tristeza o semblante tem que estar triste, se for de alegria o semblante tem que estar alegre e observar a comunicação visual da platéia, o que está acontecendo no ambiente para que possa se realimentar e reabilitar a mensagem de acordo com o tipo de platéia que tem.

CI - O que uma empresa que pretenda contratar o profissional Polito para ministrar palestras e cursos para os seus funcionários deve fazer?

RP - Deve ligar para (0xx11) 20687595  em São Paulo. Depois terá toda as instruções e informações, vai receber o roteiro de palestra, do curso, incluindo custos, número de pessoas e outros detalhes.