< Página Anterior

23 set 2019

10 com louvor

por Reinaldo Polito

Conselhos para você ter sucesso na defesa de sua tese

Mestrado, doutorado, MBA… todo profissional preocupado em crescer na carreira já freqüentou, freqüenta ou freqüentará um desses cursos. Na maioria deles, além de cumprir os créditos, você deverá se submeter a uma banca examinadora para apresentar sua conclusão de curso. Nesse momento é natural que se sinta sozinho, inseguro e desamparado. Durante a fase de preparação do trabalho você teve a ajuda do orientador. Na apresentação, entretanto, só poderá contar consigo mesmo. Os procedimentos a seguir, embora simples, o ajudarão a se sentir mais confortável e, claro, obter nota 10 com louvor:

  Domine seu trabalho
Dedique alguns dias lendo o trabalho inteiro de ponta a ponta. Dê atenção especial à seqüência das partes. A cada leitura você ficará surpreso com a quantidade de incorreções, enganos e omissões que escaparam na fase de preparação. Nunca deixe para terminar o trabalho na véspera da defesa. Isso pode ser fatal. Imponha-se uma data antecipada de pelo menos uma semana para ter tempo de fazer essas leituras e cuidar da revisão final.

  Prepare o roteiro
Não caia na besteira de ler o seu trabalho para a banca. Leve apenas algumas anotações com as frases correspondentes à idéia central de cada parte. Como professor de expressão verbal, treinei centenas de apresentações de conclusão de curso. Em algumas delas, os alunos não conseguiam falar sobre o trabalho mais do que alguns minutos. Nesse caso, pedia a eles que me contassem naturalmente como haviam desenvolvido a pesquisa. Sem pressão, passavam a falar com liberdade e eficiência. Portanto, se estiver com dificuldade para falar, não se desespere. Explique seu trabalho como se estivesse conversando com amigos. Conte como optou pelo tema, quais os problemas que procurou solucionar e o processo de pesquisa que desenvolveu. Com esses três pontos de apoio já terá sua apresentação bem delineada.

  Treine, treine e treine
Eis o conselho mais importante que eu posso dar a você: não se limite a pensar em como fará sua apresentação, treine-a. Assim, você efetivamente saberá como vai se comportar quando estiver diante da banca examinadora. Não é para decorar, mas para saber como vai abordar as diferentes etapas do trabalho. Cronometre a duração e veja se está de acordo com o tempo permitido pela sua escola. Em alguns cursos, quem ultrapassa o limite, que varia de 20 a 50 minutos na exposição inicial, pode ser prejudicado na avaliação final. Outra coisa: nunca trate os membros da banca como se fossem amigos íntimos.

  Evite exageros
Provavelmente, a escola possui projetores multimídia. Caberá a você providenciar as imagens que serão usadas. Capriche nas telas, mas não exagere. Um visual muito espetacular acaba ofuscando o conteúdo da apresentação. Fique atento à quantidade de telas. Faça sempre esta pergunta: esta tela é mesmo necessária? Utilize frases curtas, suficientes para destacar apenas a essência da mensagem. Não exagere nas cores, nos gráficos ou nos desenhos. Evite os barulhinhos.

  No dia fatal
Você estará ansioso e sua família também. Planeje para chegar descansado. Uma noite bem dormida deixará sua voz mais potente, mais sonora e mais segura. Seus reflexos também estarão mais ativos. Chegue ao local da apresentação com pelo menos 1 hora de antecedência para montar os equipamentos com calma e ter tempo de contornar algum problema inesperado. Certifique-se da pronúncia correta dos nomes dos membros da banca. Escolha o local mais apropriado para se posicionar sem atrapalhar a visão do público. Comece falando um pouco mais devagar para dar tempo de queimar o excesso de adrenalina. Agradeça a todos que colaboraram com sugestões, incentivos e ensinamentos. Observe se o volume da voz está chegando bem no fundo da sala e se você está posicionado de maneira correta; distribua o peso do corpo sobre as duas pernas, sem prender os gestos; olhe com a maior tranqüilidade que puder para todos os ouvintes, especialmente para os membros da banca. Movimente-se sem demonstrar nervosismo nem hesitação, aproxime-se ou afaste-se dos ouvintes com o objetivo de dar ênfase às informações importantes e conquistar maior atenção da platéia. Após cada conjunto de informações importantes, faça uma pequena pausa para valorizar o que foi transmitido e permitir que reflitam sobre a mensagem. Ao concluir, reforce seu envolvimento com o tema do trabalho que acabou de expor e agradeça a atenção dos membros da banca.

RESPONDENDO ÀS PERGUNTAS

Não se esqueça de levar uma cópia do trabalho, caneta e papel para anotar as perguntas dos membros da banca. Há situações em que todas as perguntas são feitas de uma só vez, e nesse caso as anotações são mais importantes ainda, para que nenhuma seja esquecida.

Em outras circunstâncias o avaliador prefere fazer uma pergunta de cada vez, como se estivesse conversando com o aluno. Nesse caso também, embora seja mais difícil se esquecer do que foi perguntado, é conveniente fazer as anotações. Você passou meses ou até anos escrevendo a sua tese e tem por ela afeição especial.

Por isso, tome cuidado para não reagir emocionalmente às críticas da banca.
Não discuta em hipótese nenhuma. Agradeça a observação, apresente com tranqüilidade seu argumento e, se a crítica for pertinente, não peça desculpas, diga que a questão é mesmo muito relevante e que vai pesquisar melhor o assunto. Recomendo também que faça um índice onomástico (lista de nomes citados), mesmo que não seja usado no trabalho. Assim, no momento de responder às perguntas, você poderá localizar facilmente o lugar onde mencionou determinado autor.

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA