< Página Anterior

03 jul 2018

Conheça as necessidades dos eleitores, não seja neutro e conquiste os votos

Nesses 25 anos em que estou ensinando políticos a falar bem em
público já tive oportunidade de mandar vários candidatos de volta para
fazer a lição de casa. Quando chegam dizendo que vão resolver os problemas da educação, da saúde, da habitação,faço logo as perguntas para me certificar se não se trata só de falatório.

Quantas escolas a sua cidade tem? Quantas salas de aula? Quantas crianças estão estudando? Quantas estão sem vaga? Quanto ganha um professor? Quais são as suas reivindicações?
Quantos hospitais a sua cidade tem? Quantos médicos? Quanto eles ganham? Qual o tempo de espera para ser atendido numa consulta?
Qual o déficit habitacional? Existe algum plano para construir em mutirão?

Não sabe? Então qual é o problema que pretende solucionar?
Volte para casa, fale com seus assessores, levante os dados e depois retorne. Essa história de ficar atirando para todos os lados, só por atirar sem conhecer o alvo, não é atitude de candidato sério. Pode até, por acaso, vencer uma eleição, mas não vai se realizar como político, não ajudará sua cidade e em pouco tempo sua incompetência será descoberta.

É fácil descobrir o que a cidade precisa. Fale com os eleitores, discuta as suas necessidades, o que desejam e o que esperam dos políticos. Muitos se mostrarão alienados e sem a mínima noção do que dizer, mas outros irão surpreendê-lo com o seu nível de conscientização e pela maneira como poderão ser úteis para organizar a sua plataforma. Não aja com preconceito, imaginando que pelo baixo nível econômico-social e pela dificuldade de se expressar não terão o que dizer. Entenda os problemas que eles apresentam e preste atenção nas idéias.
Faça desse contato a construção da empatia com os eleitores e a chance de aprender a se colocar no lugar deles quando estiver falando. Você falará o que eles desejam ouvir, mas acima de tudo o que precisam escutar.
Agindo assim a mensagem irá transpirar na sua comunicação e os eleitores confiarão em você.

Quando você estiver falando é importante que seja sincero, mas é fundamental que “pareça”sincero. Mesmo que seja para você interpretar a sua própria verdade para “parecer” verdadeiro nas suas afirmações – interprete, porque você não estará mentindo e sim encontrando uma forma de demonstrar o que está sentindo.
Jamais seja neutro. Quando falar dos problemas demonstre estar indignado com eles. Quando falar das soluções demonstre a satisfação e a esperança pelos dias melhores que elas irão proporcionar.
Fale com o coração e para os corações e comungue com os eleitores dos mesmos problemas e das mesmas aspirações para solucioná-los.

A partir da próxima semana falaremos sobre as técnicas de comunicação que tornarão sua oratória política irresistível.
Até 5a feira.

Reinaldo Polito
nº 4

Esses e outros conceitos são desenvolvidos no curso de expressão verbal ministrado pelo Professor Reinaldo Polito.
Escolha o mais apropriado para você – Cursos
“Terminantemente proibida a reprodução sem autorização expressa do autor”

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA