< Página Anterior

19 dez 2018

Quebre a Resistência dos Ouvintes com Relação a Você

A resistência do ouvinte com relação a você poderá ocorrer principalmente quando ele não souber ou tiver dúvidas a respeito de suas qualificações para tratar do assunto. Por isso, se você pressupuser que os ouvintes não estão devidamente informados sobre sua autoridade para falar sobre o tema que irá expor, tome a iniciativa de informá-los, sutilmente, de que possui experiência naquela matéria. Eu disse sutilmente porque esse é um cuidado muito importante, pois dependendo da maneira como essa informação seja transmitida poderá passar um ar prepotente, arrogante, de alguém que deseja contar vantagem. Já ouvi muitas pessoas dizendo que detestam palestrantes que ficam contando suas proezas profissionais. A melhor maneira de falar sobre suas qualificações é observar se o comentário está diretamente relacionado com o tema da apresentação. Assim, se falar de um projeto que desenvolveu, ou de um empreendimento que dirigiu, essas experiências deverão guardar interdependência com o conteúdo da exposição. Com essa precaução todas as informações parecerão fazer parte natural da apresentação, e não que elas tenham sido incluídas como um artifício.

Reforçando a autoridade

Pode ocorrer, entretanto, de você não ter mesmo o conhecimento que os ouvintes desejavam que tivesse. Nesse caso, sua credibilidade poderá ser conquistada com um recurso que reforçará sua autoridade: fazer referência a alguém que seja respeitado naquele assunto pela platéia. Ao citar uma frase de uma autoridade respeitada pelos ouvintes no tema que irá tratar, poderá transportar essa credibilidade para sua apresentação. Por isso, tenha o cuidado de fazer citações de autoridades que sejam efetivamente respeitadas pelos ouvintes, pois se citar alguém que não goze do respeito ou da admiração da platéia, as pessoas poderão ficar ainda mais resistentes com relação a você.

Estabeleça identidade com os ouvintes

Se você for desconhecido dos ouvintes, talvez as pessoas naturalmente se mostrem resistentes pelo fato de não o conhecerem bem. Nesse caso, você deverá demonstrar que possuem algum tipo de identidade. Poderá, por exemplo, mencionar alguém presente no ambiente, que você conheça e que tenha algum tipo de representatividade naquele grupo.

Ao revelar que você conhece e admira a mesma pessoa que os ouvintes também conhecem e admiram, mostrará que possuem informações comuns e que não são estranhos como poderiam estar supondo. Mesmo que você não seja desconhecido dos ouvintes, ainda assim poderá se valer desse recurso para se aproximar ainda mais das pessoas. Da mesma maneira, essa resistência poderá se afastada se você fizer referência ao prédio onde se realiza o evento, ao bairro ou a cidade onde moram os ouvintes. Poderá ainda referir-se a um fato que esteja ocorrendo ou que venha a ocorrer e que também seja conhecido da platéia. Isto é, você poderá usar uma circunstância de pessoa, ao mencionar alguém presente na platéia; uma circunstância de lugar, ao fazer referência a uma informação física conhecida do público; uma circunstância de tempo, ao citar um fato familiar aos ouvintes.

Cuidado para não confundir o motivo da resistência

Algumas pessoas, em determinadas circunstâncias, imaginam, erroneamente, que a resistência dos ouvintes é com relação a elas, quando na verdade é com relação ao assunto que está sendo apresentado. Tanto que se o palestrante mudar de opinião sobre o tema, talvez as pessoas afastem suas resistências. Por isso, ao analisar a resistência do público e achar que é com relação a você, faça sempre esta pergunta: se eu mudasse de opinião e passasse a concordar com o ponto de vista da platéia, a resistência persistiria?

Se a resposta for não, você saberá que não tem nada a ver com você e sim com relação ao assunto que está sendo apresentado.

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA