< Página Anterior

03 jul 2018

Saia da mesmice e conquiste o interesse do eleitor

Eu tenho insistido nesta tecla de eleitor apático, indiferente e difícil
de ser conquistado. Mas não é exagero não, quem já tem experiência
de fazer discurso político, ou está iniciando agora com as suas primeiras tentativas, sabe do que estou falando.

Quantos alunos meus aparecem para o treinamento com um texto bem composto, lógico e perfeitamente estruturado, só que desanimados.
– Polito, ninguém me escuta, parece que estou falando para um bando de surdos. Eu não entendo onde está o erro. O texto está bom, eu estou falando bem, mas ninguém quer saber de absolutamente nada.
Sabe onde está o erro? Está na mesmice: Uma doença antiga que ataca discursos não só de políticos, mas também de empresários, executivos e um sem número de profissionais de todas as áreas.

O ouvinte já tem uma vasta experiência de escutar sempre o mesmo blá, blá, blá. Entra eleição, sai eleição e é sempre a mesma ladainha – vamos resolver o problema da educação, da saúde, do transporte, da habitação e do emprego. E mais recentemente candidatos a prefeito e a vereador resolveram também surrupiar uma tarefa do Estado que é a segurança e incluir nas suas pregações.
Não tem novidade, nada é diferente ou inusitado. É o vírus da mesmice. Não é simples resolver esta questão delicada e complexa. Vai exigir criatividade, observação e também muita transpiração.

Prepare o seu discurso naturalmente, como você sempre faz; depois de pronto e acabado, para cada parte do texto, principalmente da introdução, faça a seguinte pergunta: qual a mudança que eu poderia fazer para tornar essa informação tão diferente, tão inusitada que pudesse surpreender a platéia e magnetizar a sua atenção?
Não se contente com a primeira resposta e faça uma segunda: será que não daria para ser mais instigante ainda?

E se for preciso faça a terceira, a quarta pergunta ou quantas forem necessárias, até que você mesmo comece a se surpreender com a sua própria informação.
Aí terá saído da mesmice e estará pronto para conquistar a atenção, o interesse e o voto dos eleitores.
Não tenha preguiça, não arrume desculpas, não reclame, não desanime. Saiba que discurso bom dá trabalho, exige dedicação, inconformismo com o comum e fé na própria competência.

Saia da mesmice, surpreenda-se com o seu próprio texto, seja a novidade e vença as eleições.
Na próxima quinta-feira vou tratar de um tema apaixonante para a comunicação – o gesto do orador político. Até lá.

Reinaldo Polito
nº 7

Esses e outros conceitos são desenvolvidos no curso de expressão verbal ministrado pelo Professor Reinaldo Polito.
Escolha o mais apropriado para você – Cursos
“Terminantemente proibida a reprodução sem autorização expressa do autor”

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA