< Página Anterior

03 jul 2018

Técnicas de apresentação da mensagem política

Não leia e não decore. Talvez esse possa ser, no momento, o melhor conselho que eu poderia dar para o sucesso da sua comunicação.
De todas as técnicas possíveis para que você possa transmitir sua mensagem, as duas piores são a leitura e a fala decorada, sendo a última a pior de todas.
Reserve a leitura para o dia da sua posse, pois nesse momento irá apresentar as bases para a sua administração e essa mensagem não deveria ser improvisada.

Prometo, depois das eleições, dar toda orientação para que a leitura possa ser bem realizada. E na minha promessa você pode confiar.
O jornalista Heródoto Barbeiro, quando paraninfou uma das turmas do nosso curso de expressão verbal, relatou um fato bastante curioso sobre Adhemar de Barros. Disse que o político estava visitando uma cidade do interior de São Paulo e o prefeito local, aproveitando a oportunidade, resolveu fazer um discurso para o povo reunido na praça pública, debaixo de um sol escaldante.
Quando Adhemar percebeu que o anfitrião iria ler o discurso e que parecia ser bastante longo, não hesitou, retirou rapidamente as folhas das mãos do assustado prefeito e disse: – Não se preocupe em fazer o discurso agora. Eu gostaria de lê-lo com calma no aconchego do meu lar.

A leitura poderá tirar sua liberdade e enfraquecerá a emoção da mensagem. E já vimos que, se tem um ingrediente importante para conquistar o voto do eleitor, é a emoção.
Também não decore. A fala decorada só pode trazer prejuízos eleitorais. Se você decorar o discurso estará correndo o risco de esquecer uma palavra importante na ligação das suas idéias e aí a desgraça estará feita.
Ao memorizá-lo ficará com receio de esquecer a seqüência do discurso, e por mais interessante que seja a circunstância do ambiente não irá aproveitá-la, pois se fizer observações sobre os fatos ocorridos no local da apresentação, talvez não consiga mais voltar ao ponto em que interrompeu a exposição. E o pior de tudo é que, se decorar, irá ficar muito artificial e os eleitores perceberão que você não está sendo natural.

Para o discurso político, o melhor recurso é usar um esquema mental. Guarde as quatro ou cinco etapas da mensagem que pretende comunicar e desenvolva o raciocínio quando estiver diante do público. Assim, você terá a segurança do roteiro que irá seguir e a liberdade para pensar e desenvolver a mensagem enquanto se apresenta.
Poderá usar também um roteiro escrito, ou um cartão de notas.
O roteiro escrito é muito simples, prático e eficiente. Você escreve algumas frases importantes numa folha de papel e durante a apresentação lerá essas informações e em seguida fará os comentários sobre elas – ampliando, discutindo, criticando ou analisando.
Também neste caso existirá a segurança do roteiro escrito e a liberdade para desenvolver o raciocínio diante da platéia.

O cartão de notas é muito útil para apresentações menos complexas, em que você escreve as palavras importantes, algumas datas ou cifras.
Com esse recurso, durante o discurso, você consulta o cartão para se certificar que a ordem planejada está sendo mesmo seguida.
Não existe recurso melhor ou pior, tudo dependerá do seu estilo, da sua característica e de com qual deles se sentirá mais à vontade.
Mesmo para falar diante das câmeras, evite a leitura, até dos teleprompeters. Experimente pedir que algum assessor fique atrás da câmera e faça uma pergunta. A pergunta do assessor não aparecerá na gravação e você dará a resposta como se estivesse conversando com os telespectadores.

Se desejar saber mais sobre essas e outras técnicas de apresentação leia o meu livro “Como falar de improviso e outras técnicas de apresentação”, que publiquei pela Saraiva.

Agora a campanha começa a pegar fogo. Esteja preparado lendo todos os artigos sobre oratória que publiquei nesta coluna. É simples, mesmo que não seja o dia da minha coluna: você clica em “dicas do dia” e em seguida em “dicas de oratória” e todas aparecerão na parte superior da página. Qualquer dúvida fale comigo, clicando no endereço da minha página que está em baixo do meu currículo.

Reinaldo Polito
nº 9

Esses e outros conceitos são desenvolvidos no curso de expressão verbal ministrado pelo Professor Reinaldo Polito.
Escolha o mais apropriado para você – Cursos
“Terminantemente proibida a reprodução sem autorização expressa do autor”

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA