< Página Anterior

23 jan 2019

Uns vêm, outros vão

Reinaldo Polito

No comecinho dos anos 1980 o Deputado Fernando Mauro Pires Rocha me apresentou ao também deputado Sólon Borges dos Reis, que mais tarde viria a ser vice-prefeito de São Paulo na gestão de Paulo Maluf. Nesse encontro convidei Sólon Borges para ser paraninfo de uma das turmas do meu curso de expressão verbal, e tivemos uma longa conversa sobre assuntos que giraram especialmente sobre livros, discursos e poesias. Na saída Fernando Mauro bateu no meu ombro e disse sorrindo: Polito, você acaba de conquistar um amigo eterno.

Realmente nossa amizade perdurou para sempre. Como presidente do Centro do Professorado Paulista, sempre que ele recebia um livro de oratória me encaminhava a obra com um bilhetinho simpático: ”Polito, sei que você deve ter esse livro, mas, com certeza, fará bom uso dele”.

Fiquei sabendo que quando meu nome foi apresentado aos outros membros da Academia Paulista de Educação, Sólon foi o grande defensor da minha aprovação. Fui empossado por ele em uma noite emocionante da qual jamais me esquecerei. Sólon se foi deixando muita saudade me todos nós.

Certo dia eu fazia uma tarde de autógrafos em uma das Bienais do Livro de São Paulo. Ao meu lado estava também autografando o grande escritor araraquarense Ignácio de Loyola Brandão.  Trocamos algumas palavras de cumplicidade como conterrâneos que somos e continuamos a receber nossos leitores que aguardavam com o livro na mão.

A história se fecha. Com a morte do Sólon Borges dos Reis, vagou a cadeira número 37 da Academia Paulista de Letras. Ela foi ocupada com merecimento no dia 12 de abril por Loyola Brandão. A cerimônia de posse foi no Salão Nobre da Faculdade de Direito de São Paulo, no Largo de São Francisco.

Loyola é um orgulho para todos nós araraquarenses. Comemoramos suas conquistas como se fossem de todos nós. E sua posse na Academia Paulista de Letras é um prêmio a um escritor talentoso que há muitos anos tem propagado de maneira positiva o nome de Araraquara para todos os lugares aonde chegam seus livros.

Fico feliz em saber que a cadeira do meu querido amigo Sólon Borges do Reis esteja em tão boas mãos. Afinal, a vida segue naturalmente esse ciclo – uns vêm, outros vão.

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA