< Página Anterior

24 ago 2019

Você que perdeu alguém muito querido

Reinaldo Polito

Tenho um amigo especial –  Ailton Trevisan. Nós nos conhecemos quando ele foi aluno no meu curso de expressão verbal há mais de 15 anos. De lá para cá, embora não nos encontrássemos com muita freqüência, construímos uma amizade sólida de admiração mútua e respeito.

Ailton é um advogado excepcional e uma das pessoas mais inteligentes que conheci. Ele fez história na carreira conquistando vitórias memoráveis em causas famosas. Sua fazenda na região de Campinas é cinematográfica. Nunca vi nenhuma tão bonita nem ao vivo, nem em revista, nem em filmes.

De todas as qualidades do Ailton, além da inteligência e da competência profissional, destacam-se a bondade, o bom-humor e o amor ao próximo.

De repente, por uma dessas linhas que só Deus sabe explicar o sentido, perdeu a esposa por quem sempre foi profundamente apaixonado. Ergueu a cabeça, dedicou-s à educação dos quatro filhos e os deixou prontos para enfrentar a vida. Vive hoje com a Fernanda, uma mulher bonita, cativante e companheira de todas as horas.

Mas, eu sempre quis saber como foi que ele suportou a perda da esposa que tanto amava. A resposta veio num texto tocante de Santo Agostinho, que ele mantém em uma das paredes da sua casa e que pode servir de alento para todos nós que um dia perdemos um ente querido:

O amor não desaparece

A morte não é nada. Eu somente passei para o outro lado do caminho.

Eu sou eu, Vocês são vocês. O que eu era para vocês, eu continuarei sendo.

Dêem o nome que vocês sempre me deram. Falem comigo como sempre vocês fizeram.

Vocês continuam vivendo no Mundo das Criaturas, eu estou vivendo no Mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene ou triste.

Continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim. Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado como sempre foi, sem ênfase de nenhum tipo, sem nenhum traço de sombra.

A vida significa tudo o que ela sempre significou, o fio não foi cortado.

Por que eu estaria fora de seus pensamentos agora que estou apenas fora de suas vistas?

Eu não estou longe, apenas estou do outro lado do caminho…

Se você sente saudade de alguém que sempre gostou e que partiu para o outro lado do caminho, leia esse texto de vez em quando. Tenho certeza de que suportará a ausência com mais serenidade.

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA