< Página Anterior

09 dez 2018

(03/2015) Jornal Negócios, de Portugal – Como conquistar e influenciar pessoas

Como conquistar e influenciar pessoas

 

Talvez por precaução face ao período eleitoral que se aproxima, tenho procurado livros sobre influência, confiança e controlo dos outros. Depois de nas últimas semanas ter falado sobre “Lessons from the top” de Gavin Esler e de “O Modelo da Confiança” de Ken Blanchard, chegou-me às mãos “Como conquistar e influenciar pessoas”, do brasileiro Reinaldo Polito.

Mais de um milhão de exemplares vendidos, muito provavelmente no Brasil, atestam a influência desta obra e… a importância da dimensão de um mercado.

Se em “Lessons from the top” Gavin Esler nos dava a conhecer as técnicas utilizadas por alguns dos principais líderes mundiais para conseguir inspirar, influenciar e convencer, em “Como conquistar e influenciar pessoas” a abordagem recorre mais ao quotidiano e a problemas ou contextos com os quais inevitavelmente nos deparamos. Utilizando sempre uma linguagem muito direta e acessível a todos – o que é habitual nos livros deste género escritos por autores brasileiros – Reinaldo Polito apresenta-nos 30 ferramentas de comunicação para situações difíceis.

Os objetivos principais são os de “sempre”: ser feliz, ter sucesso, ampliar e realizar o potencial de cada um. Mas o passo intermédio é talvez o contributo mais importante desta obra: devemos focar-nos na melhoria da relação com os outros. Esse é o primeiro e mais importante passo a ser dado. Na verdade, as 30 ferramentas apresentadas não são mais do que as soluções para o mesmo número de ângulos do mesmo problema – o relacionamento. Fala-se de reclamações, inimigos, amigos, vícios, conflitos, mentiras, sinceridade, dos viciados em reclamações, em respirar e muito mais. Propõe-se, por exemplo, que só muito raramente se façam críticas negativas, porque quem pede uma opinião normalmente não quer uma opinião verdadeiramente sincera. O foco do autor reside muito na relação do “deve e haver” entre as nossas ações e os seus efeitos.

Reinaldo Polito vai um pouco contra a corrente ao rejeitar a espontaneidade. Propõe que sejamos menos inocentes e emotivos, optando por uma perspetiva menos emocional e mais estratégica. Pode não ser confortável, mas o livro ajuda-nos a compreender que qualquer interação com os outros terá um efeito na construção da nossa imagem e relacionamento. Não se tratando, de forma alguma, de uma obra disruptiva, acaba por ser um livro realista e que pode ser lido por qualquer pessoa, sempre com o mesmo objetivo em mente: ajudar o leitor no seu relacionamento e com os outros, com enfoque no processo de comunicação e comportamental.

Autor: Reinaldo Polito

Editora e Data: 2015 – Pergaminho (Original: Saraiva – 2013)

Frase: “Será que vale a pena afastarmo-nos dessa pessoa por esse motivo?”

Keywords: “Relacionamento”; “Inimigos/Aliados”; “Gentil”; “Viciados em Queixas”; “Crítica”; “Clareza”

Apreciação: ***

Economista da IMF, Informação de Mercados Financeiros

Este artigo está em conformidade com o novo acordo ortográfico

 

GARCIA, Filipe. Como conquistar e influenciar pessoas. Disponível em: <http://www.jornaldenegocios.pt/opiniao/colunistas/filipe-garcia/detalhe/como_conquistar_e_influenciar_pessoas> Acesso em: 14 de Abril de 2018

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA