< Página Anterior

03 jul 2018

Como conquistar o voto do eleitor

Você como candidato, independentemente de sua experiência política, está se perguntando neste momento — Como deverei agir para conquistar os votos que me levarão à vitória?
Antes de analisarmos quais são os requisitos que deverão motivar o eleitor a escolher o seu nome, posso garantir, com base nos meus 25 anos preparando candidatos políticos, que qualquer que seja o caminho adotado, ele necessariamente passará pela oratória.

Mas aí você poderia dizer – Eu conheci um candidato que não sabia abrir a boca nem para dizer bom dia e se elegeu.
Tem mesmo essas exceções, mas é preciso analisar sempre em que circunstâncias o fato ocorreu. Às vezes o adversário é tão ruim que sozinho com as besteiras que fala, ele consegue perder a eleição. O eleitor toma sua decisão quando identifica o candidato que atenderá suas aspirações ou da coletividade a qual ele pertence.

Como nem sempre o eleitor tem consciência de quais são os problemas que deveriam ser solucionados ou das metas que poderiam ser estabelecidas, caberá a você alertá-lo para essas questões.

Veja em que ponto da análise nós estamos:

  • O eleitor escolhe o candidato que atenderá suas aspirações ou do seu grupo.
  • Ou ele tem consciência dos problemas que deverão ser solucionados e das metas que poderão ser estabelecidas, ou, se não tiver, caberá a você alertá-lo sobre essas questões.

Vamos continuar com o raciocínio.
Para que o eleitor o escolha como candidato, é obvio, ele precisa saber que você é candidato. Por isso, a importância da divulgação do seu nome.
Sabendo que você é candidato, ou ele já tem informações, pela sua reputação, que você tem autoridade e experiência para se candidatar, ou caberá a você dizer isso a ele. Antes que passe pela sua cabeça idéias de que essa sua autoridade e experiência poderia simplesmente ser divulgada em folhetos ou livretos, esqueça — eleitor não lê — pelo menos não na quantidade suficiente para o eleger.

Bem, você poderia dizer, eu posso ter alguém que transmita essa mensagem para mim a partir dos diversos recursos disponíveis durante a campanha, como o rádio e a televisão. Pode sim, e ajuda muito, mas não resolve. Nada será mais eficiente do que você mesmo, se você for bom.
A esta altura já ficou claro que para divulgar a sua experiência e autoridade, demonstrar que conhece e que participa das aspirações do eleitor e da coletividade a que ele pertence, e indicar qual é a sua plataforma para solucionar os problemas e atingir os objetivos almejados pelos eleitores dependerá muito da sua boa comunicação.

O objetivo da minha presença nesta coluna, todas as quintas feiras, será o de ajudá-lo a ganhar eleições. Na semana que vem vou falar sobre a importância de identificar de maneira correta as características do eleitor e como você poderá usar a sua oratória de forma mais eficiente.

Reinaldo Polito
nº 1

Esses e outros conceitos são desenvolvidos no curso de expressão verbal ministrado pelo Professor Reinaldo Polito.
Escolha o mais apropriado para você – Cursos
“Terminantemente proibida a reprodução sem autorização expressa do autor”

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA