< Página Anterior

19 dez 2018

Use sua própria velocidade

Sempre aparece alguém reclamando que fala muito depressa e que precisaria falar um pouco mais devagar. O diálogo, com uma ou outra alteração, é mais ou menos o seguinte:
– Professor, eu falo muito depressa. Se existisse radar na comunicação, eu pagaria multa por excesso de velocidade.
– Mas, você conseguiria falar mais lentamente?
– De jeito nenhum, porque eu penso muito depressa e se eu tentar falar mais devagar não consigo pensar com a mesma facilidade e começo a me sentir meio burrinho.
– Ora, como é que você com esse perfil pretende falar mais devagar? Tome muito cuidado, pois para desenvolver um recurso que é a velocidade que julga mais apropriada, poderia comprometer uma qualidade muito mais importante que é a fluência das idéias.
Se esse for o seu caso também, continue falando depressa, mas desenvolva técnicas que sejam adequadas para suas características.

Fale com boa dicção
Se você aperfeiçoar sua dicção e pronunciar bem as palavras, mesmo falando mais rápido as pessoas irão entender e acompanhar sua mensagem.

Faça pausa no final do raciocínio
Ao concluir o raciocínio, faça pausa com a inflexão de voz que demonstre que o pensamento está encerrado. Assim, as pessoas terão condições de refletir sobre as informações que você transmitiu.

Repita as informações importantes
Adquira o hábito de repetir as informações importantes, usando palavras diferentes para dar mais chances de as pessoas entenderem a mensagem.

Falando com boa dicção, fazendo corretamente as pausas e repetindo as informações importantes, mesmo falando rápido, você irá transformar sua característica num estilo positivo de comunicação.

Por outro lado, de vez em quando aparecem também pessoas reclamando do seu jeito de falar:
– Professor, preciso mudar meu jeito de falar, pois minha fala é muito lenta. Falo tão devagar, que se estiver dando entrevista em uma emissora de rádio o ouvinte troca de estação imaginado que o programa saiu do ar.
– Mas, você consegue falar mais devagar?
– Não consigo porque enquanto falo gosto de ordenar com detalhes todas as informações que preciso transmitir.
– E você acha que com esse preciosismo todo vai conseguir falar mais depressa? Com essa preocupação em planejar tudo o que vai dizer desde o princípio até o final, se tentar falar mais rápido vai se violentar e prejudicar a eficiência da sua comunicação.
Se esse também for o seu caso, continue falando devagar, desde que lance mão das técnicas apropriadas a quem se expressa assim:

Continue olhando para os ouvintes
Durante os instantes de pausa continue olhando para os ouvintes. Assim, não romperá a linha que deve ligá-lo à platéia.

Volte a falar com mais ênfase
Principalmente depois das pausas mais prolongadas, volte a falar com um pouco mais de ênfase e energia, pois assim demonstrará que nos momentos de silêncio estava optando pelas informações mais importantes e não passar a idéia de que as palavras haviam desaparecido por causa de um branco.

Faça pausas apropriadas
Tome cuidado com a inflexão de voz usada nas pausas. Use pausa que indique continuidade no meio do raciocínio e pausa de fechamento quando encerrar a informação.

Elimine o ããã, ããã nas pausas
Aprenda a ter paciência e esperar as palavras em silêncio e assim eliminar esse vício. Se tomar esses cuidados poderá continuar falando devagar, pois estará transformando essa característica num estilo positivo.

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA