< Página Anterior

09 dez 2018

Aproveite melhor a época do Natal

Por Reinaldo Polito*

Aproveite a época do Natal para melhorar já o relacionamento com as pessoas mais próximas. Não adie. Amanhã nossa vida poderá se transformar inesperadamente com a mudança de emprego que nos leva para uma cidade distante, ou nos confina em projetos que por longo tempo nos retiram do convívio com a família. Sem contar que com o passar do tempo chegará o dia em que eles irão nos deixar, e aí serão apenas lembranças. E essas recordações serão o resultado da qualidade dos contatos que mantivermos agora.

Mas, vá de leve. Nada de fazer sermão ou cobrar mudanças de conduta. Aproxime-se apenas para conversar, se divertir, contar umas piadas e rir sem reservas.

Você conhece bem as pessoas da sua família e sabe quais são as características de cada uma. Uns são mais diretos e objetivos, outros preferem explicar os fatos com detalhes e pormenores, enfim, são pessoas diferentes e que possuem maneiras próprias de se relacionar. E aí é que está o segredo da boa comunicação com os familiares – falar com cada um de acordo com a personalidade e o jeito de ser deles.

Não espere para pensar nas pessoas da família apenas quando ficarem doentes, estiverem distantes ou morrerem. Não, aproxime-se delas agora e faça do bom relacionamento com elas a base da sua disposição para viver bem.

Dá trabalho, exige dedicação, mas os resultados são muito compensadores, pois, além de melhorar o relacionamento e tornar o ambiente mais agradável, é também um excelente exercício de comunicação que será útil em todas as circunstâncias da vida.

Falando em família, agora vou mexer numa caixa de marimbondos. Gostaria de discutir um pouco o relacionamento, ou melhor, a falta de relacionamento entre os “ex”, ex-marido ou ex-esposa.

Parece que estou ouvindo a reação de alguns: “Tudo, menos isso, Polito – vai me estragar o fim do ano. Até agora estava indo muito bem com a conversa de família. Até sogra dá para tolerar, mas ex-marido ou ex-esposa não tem acerto, pago para não ver o demônio na frente”.

Bem, se não tiver filho na parada até que não precisa mesmo se preocupar. Cada um pode viver sua vida sem se incomodar. Com filho a história muda bastante, pois a felicidade das crianças em certa medida é proporcional à qualidade do relacionamento dos pais. E o que tenho visto com freqüência são pais usando filhos como instrumento de vingança ou de chantagem contra o ex-marido ou a ex-esposa. Sim, porque como sabem que o pai ou a mãe gosta do filho, ficam enchendo a cabeça da criança com criticas infundadas ou não para que ela se volte contra o pai ou contra a mãe. Conseguem seu intento, deixam o “ex” magoado, mas nem sempre se dão conta do prejuízo causado na vida do filho.

Vá por mim. Se julgar que o relacionamento chegou a um ponto que tornou impossível qualquer tentativa de contato mais amistoso, pelo menos pense na felicidade dos filhos e os preserve de maiores sofrimentos. Não critique o “ex” na frente deles. Saia um pouco de si, deixe de se preocupar apenas com seus sentimentos e quando fizer qualquer comentário sobre o “ex” na presença das crianças que seja para elogiar. Você não perderá nada e os filhos ganharão muito com sua atitude.

E é lógico que ao ver as crianças mais tranqüilas e alegres você também se sentirá mais feliz, especialmente porque terá consciência de que foi responsável por esse bem-estar.

Se você for casado redobre os cuidados e dedique-se com mais empenho ainda para melhorar o relacionamento. É impressionante o número de alunas que,  num determinado exercício do nosso curso de expressão verbal em que precisam falar sobre o que menos gostam, revelam diante de colegas de classe, praticamente pessoas desconhecidas, que a situação que mais detestam é o fato de falar sobre os mais diferentes assuntos com o marido e perceberem depois de algum tempo que ele não estava prestando atenção nas suas palavras. Acorde, gente boa, ligue as antenas, preste mais atenção e ouça o que a patroa está falando. Você já viu que elas botam a boca no mundo.

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA