< Página Anterior

26 mar 2019

Sorvete do Kawakami

Reinaldo Polito

Alguns meses atrás eu estava trocando e-mails de madrugada com o Prof. Pasquale Cipro Neto. Assim como eu ele também gosta de escrever e pesquisar bem tarde da noite para evitar interrupções com campainhas ou telefonemas.

Ele comentou que estava de partida para Belém, capital do estado do Pará. Confidenciou que além de fazer palestras aproveitaria para fazer uma das coisas que mais gostava, experimentar alguns dos mais de cem sabores de sorvete da sorveteria Cairu. Eu disse a ele que conhecia bem essa sorveteria, pois já fui algumas vezes fazer palestras em Belém. E todas as vezes que vou faço uma visita ao Teatro da Paz, um dos mais bonitos e de acústica mais perfeita  do Brasil.

Entretanto, argumentei que embora achasse interessante experimentar alguns dos mais de cem sabores da Cairu, nada se comparava aos sorvetes produzidos pelo Kawakami da Rua Nove de Julho em Araraquara.

Sempre muito espirituoso e gozador ele me disse que esse meu elogio era bairrista, pois sabia que eu aproveitava todas as oportunidades para enaltecer alguma qualidade da Morada do Sol.

Não discuti com ele. Na próxima vez em que fui até Araraquara passei na kawakami e mandei encher um pote grande de isopor com sorvetes de diversos sabores. Sem esquecer do incomparável creme suíço.

Sem avisar mandei entregar na casa dele e fiquei aguardando um comentário. Não tardou para ele me dizer que eu tinha toda a razão, pois era o melhor sorvete que já havia experimentado.

Agora, todas as vezes que nos encontramos essa é a sua primeira pergunta: e aí, Polito, quando você vai me trazer mais sorvetes de Araraquara?

Já marcamos alguns encontros em épocas que ele visita a filha em Mirassol, mas até agora não deu certo. Um dia ele passa a entrada da cidade, em outro chove e ele resolve seguir a viagem sem parar. Mas, uma hora esse encontro vai acontecer e além de Ignácio Loyola e tantos outros teremos mais uma personalidade para falar bem do que temos em nossa cidade.

Falando nisso, eu também já estou com saudade de um saboroso sorvete de nata misturado com creme suíço. Se eu não tivesse outros motivos, como o de rever queridos amigos que ainda continuam morando em Araraquara, a sorveteria do kawakami seria suficiente para me fazer viajar de vez em quando. Ainda mais agora que arrumei um sócio. Ai de mim se for para Araraquara e me esquecer de trazer um bom pote de sorvete para meu amigo Pasquale!

Integer ultrices pulvinar sem et lacinia. Mauris sed magna nibh. Suspendisse vestibulum dui libero, sit amet feugiat velit iaculis vel. Aliquam fermentum id ipsum congue facilisis. Aliquam ac nisl diam. Praesent ac euismod diam. Duis nec lorem efficitur, malesuada orci at, dictum libero. Mauris congue suscipit dolor, id auctor ligula lobortis a.

Deixe uma resposta

AULA DE APRESENTAÇÃO GRATUITA